Alguns enfoques do Instrumentum Laboris sobre o tema:

O Instrumentum Laboris aborda o tema entre os números 107 a 114 com enfoque no aprofundamento de um rosto rico de expressões; um rosto local com dimensão universal; um rosto desafiador diante das injustiças; e um rosto inculturado e missionário. Seguem abaixo alguns extratos:

“O rosto amazônico da Igreja encontra sua expressão na pluralidade de seus povos, culturas e ecossistemas. Esta diversidade tem necessidade da opção por unma Igreja em saída e missionária, encarnada em todas as suas atividades, expressões e linguagens. […] E o Papa Francisco apresenta claramente esta necessidade de uma Igreja inculturada e intercultural: “Precisamos que os povos indígenas plasmem culturalmente as Igrejas locais amazônicas” (Fr.PM).” (IL n. 107)

O que os povos da Amazônia ecoaram na escuta pré-sinodal:

“Acompañando permanentemente a los pueblos en sus costumbres y tradiciones religiosas y formas de convivir con la naturaleza. Reconociendo la fortaleza y fidelidad de los pueblos originarios hacia la presencia de Dios Padre creador de todas las cosas.” (Provincia Ñuflo de Chávez y Guarayo / Santa Cruz / Bolivia)

INFORMATIVO COMPLETO AQUÍ

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *