Em Manaus/AM está sendo realizado o Seminário Caminhos Amazônicos de Formação (CAF), entre os dias 11 e 18 de março, no Centro de Treinamento Maromba. Mais de 30 jovens de sete países da Panamazônia participam da atividade. A pluralidade de culturas e idiomas – português, espanhol e inglês – enriquece os debates e as partilhas entre os participantes.

O objetivo do projeto é acompanhar a vida e missão dos jovens que vivem em diversas realidades dos países que compõem o território panamazônico, além de ser instrumento fundamental de diálogo, intercâmbio de experiências de vida e compromisso pastoral e social, na ótica da ecologia integral.

Os participantes do Seminário Caminhos Amazônicos de Formação (CAF) entraram na mística de aproximação das realidades amazônicas nesta terça-feira, 13. A Equipe Itinerante – grupo que visita muitas realidades da Amazônia, gerando e conectando processos formativos inculturados – dinamizou a parte da manhã, através de dinâmicas que mostravam as riquezas e as ameaças dessa importante parte do Planeta e o papel das comunidades em sua defesa.

Durante a tarde, o grupo visitou o Museu Seringal – Vila Paraíso. Atravessaram o Rio Negro, apreciando sua paisagem. Conheceram muitos aspectos históricos do ciclo da borracha, um período de relevância para a região incluindo a “escravidão branca” a que eram submetidos os seringueiros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *